Você conhece a Teoria Revolucionária de Gestão?

Um grande sucesso, que revolucionou a Gestão da Qualidade, foi uma ferramenta de mudança organizacional e institucional criada por William E. Deming em 1986, chamada de Teoria Revolucionária de Gestão, onde em seu livro "Saia da Crise" ele descreveu os 14 princípios da qualidade ou podemos chamar também de 14 princípios de Deming, com o objetivo de fazer o possível para que as pessoas trabalhassem com alegria.


Os métodos propostos por Deming para controle de qualidade e princípios da administração, foram importantíssimos para melhoria de processos produtivos, principalmente no período pós guerra durante a ocupação dos EUA nos termos emitidos na Declaração de Potsdam, no Japão. Estes princípios foram ensinados por Deming aos altos executivos, onde ele ensinou como melhorar projetos, qualidade do produto, teste e vendas. Deming se tornou notório pelas contribuições significativas no Japão, pela fabricação de produtos inovadores e de alta qualidade.


Com a globalização dominando o mundo, a geração de valor e inovação são cada vez mais importantes para as organizações de todo o mundo. Por isso, entender e aplicar os princípios da qualidade torna-se uma arma nesse processo evolutivo dos negócios. A filosofia de Deming pode ser descrita da seguinte maneira:


  1. Deve-se estabelecer uma constância de propósito de forma a tornar uma organização competitiva, e assim, buscando a melhoria de produtos e serviços.

  2. Esteja atento para os novos desafios, ou seja, adote uma filosofia adequada a uma nova era econômica.

  3. A qualidade deve ser parte do produto ou serviço desde o princípio, evitando falhas depois que elas ocorrem.

  4. Busque a diminuição consciente do custo total, desenvolvendo seus parceiros (fornecedores) tornando seu relacionamento mais maduro, confiável e leal.

  5. Não se canse em buscar a melhoria dos processos de forma a aumentar a satisfação dos clientes, a produtividade e qualidade. Isso também ajuda a reduzir os custos.

  6. Mantenha sua mão-de-obra sempre qualificada, isso diminui erros nos processos. Para isso, invista em um excelente e adequado programa de treinamento.

  7. As lideranças devem ser instituídas, estes devem proporcionar condições mais adequadas dos processos.

  8. Elimine o medo. Crie um ambiente de trabalho tranquilo, isso deve tornar os processos mais efetivos do que imagina.

  9. Desenvolva a departamentalização. Uma estrutura organizacional deve ser suportada por todos os departamentos em conjunto, que deve organizar e facilitar a supervisão e coordenação, e otimizar a busca por resultados.

  10. Elimine slogan de perfeição, isso não significa admitir falhas, até porque a maioria das falhas estão sempre no alcance da maioria dos colaboradores. Isso vale para Missão, Visão e Valores.

  11. Elimine quotas, padrões de trabalho absoluto. Os processo são cada vez mais vivos, invista em desenvolver o conhecimento organizacional.

  12. Um colaborador que se orgulha do que faz pode sempre render mais. Elimine barreiras que possam privar os colaboradores de orgulhar-se de seu desempenho no trabalho. Números absolutos como métricas devem ser substituídos por qualidade.

  13. Institua um sólido e adequado programa de treinamentos, isso tende a desenvolver o autoconhecimento e aprimoramento das equipes.

  14. Engaje todos os envolvidos no processo de transformação. A transformação é responsabilidade de todo mundo.

Como pode observar, houve diversas melhorias nos processos da qualidade no mundo todo. Se você acha que sua organização deve seguir este caminho, não se limite a estas informações e busque o conhecimento, seja você um agente transformador e revolucionário.


Compartilhar informação de qualidade gera conhecimento.


Autor: Rafael R. Walker

Data da publicação: 28 de janeiro de 2022





15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo